Bem-vindo ao site !

Resenha: Todo Dia, David Levithan

By 13.12.14


    David Levithan nos conta a estória de A, que desde que nasceu, todo dia acorda no corpo de uma pessoa diferente, em uma vida totalmente diferente. Conforme o tempo foi passando, A agora com 16 anos, já está conformado com a forma que a vida dele acontece, ele simplesmente tenta passar de uma vida para outra, sem fazer dano a pessoa que ele está 'ocupando'. Alguns dias são mais fáceis que o outros, porém ele continua seguindo até que um dia ao ocupar o corpo de Justin, ele conhece Rhiannon, a namorada de Justin, o qual a trata muito mal, e a menina pela primeira vez faz com que A queira interferir e fazer com que ela sinta melhor. No final do dia, A se encontra apaixonado por Rhiannon e não sabe o que fazer, visto que no outro dia ele irá acordar no corpo de outra pessoa, irreconhecível para ela. Porém mesmo quando o dia passa e ele assume uma nova personalidade, ele não consegue a esquecer e quer a encontrar. Então cada dia passa a ser o quanto longe ele está dela? Será que ele conseguirá a encontrar e contar a verdade ? E como ela irá reagir?  No meio disso tudo, David Levithan nos presenteia com algumas observações bem sinceras sobre a natureza humana,
    As primeiras palavras que aparece na minha cabeça quando penso nesse livro são: Incrível, Surpreendente, Encantador, Inovador e mais uma vez, incrível.
    Quando eu li a sinopse desse livro eu fiquei muito curiosa, pois achei uma ideia bem diferente: uma pessoa acordar todo dia no corpo de uma pessoa diferente. Como poderia ser isso? Como o autor poderia desenvolver a estória? E nossa, apesar de já está com expectativas grandes, o livro conseguiu superar as minhas expectativas.
     A forma como David Levithan narra a estória é surpreende e totalmente envolvente, e ele conseguiu focar muito bem o preconceito, sem citar explicitamente essa palavra. A descrição dos sentimentos das pessoas que 'A' ocupava por um dia eram impressionantes, eu fiquei muito emocionada quando ele descreveu os sentimentos da menina que queria se matar, como a depressão estava profundamente enterrada dentro dela, e o dia em que ele ocupou o corpo de uma pessoa muito gorda e a forma como ele relatou o pré-julgamento que ele sofria e que até o próprio A deixou se levar por esse preconceito e principalmente, a homossexualidade e a forma como o A não se importava com o sexo das pessoas que ele ocupava, visto que ele não tinha um 'sexo' próprio, ele poderia ser tanto menino quanto menina, isso não mudava quem ele realmente era. A personagem da Rhiannon é bem sem graça, para falar a verdade, porém apesar de algumas vezes eu ter tido raiva dela, entendo a posição dela, que é bem complicada.
     E eu estou numa relação de amor e ódio com o final do livro, pois apesar de ter sido bonitinho também foi triste além de ter sido muito rápido, eu não acreditei quando vi que tinha acabado rs. Mas apesar dos apesares, eu acho que ele finalizou bem o livro.
     Portanto, repito, a estória, a narrativa e a escrita de Levithan é incrível. Foi uma leitura bem diferente das que eu estou acostumada mas adorei. Eu indico para todas as pessoas independentemente do sexo ou da idade. 
    Quanto o aspecto físico,  eu gostei muito da capa, foi outro fator que também me chamou atenção, os corpos 'voando' pela capa são muito legais e tem uma relação interessante com o tema. Tem um relevo/vernis no nome do livro e do autor bem legal. Os capítulo são nomeados e divididos pelos dias que ele passa, o que eu achei bem interessante. As paginas são amareladas e as letras são grandes proporcionando uma fácil leitura.
   
    Eu li esse livro em um desafio literário e parte do desafio era escolher uma música para cada livro lido e eu resolvi compartilhar a minha escolha para esse livro com vocês.


Bianca Gomes.

Você Também Pode Gostar

5 comentários

  1. Estou pirando com sua estante, haha
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahuahua to pretendo postar fotos só dela, porque ela é meu xodó, mas preciso arruma-la primeiro. porque está uma bagunça huahua

      Excluir
  2. Amei o post, aliás, amo essa música que você escolheu! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, também amo e achei que combinou perfeitamente com o livro rs *-*

      Excluir
  3. história bem interessante, vou procurar esse livro, me interessei bastante

    http://luadeneonblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir